terça-feira, 15 de agosto de 2017

A Teia dos Sonhos ( Resenha )

Boa tarde bookaholics.
Alguém tem uma best friend ( melhor amiga) aí??? Aquela que você costuma contar seus segredos e dividir suas alegrias e tristezas? No mundo de hoje é bem difícil encontrar alguém assim, é raro ,mas ainda existem amizades verdadeira.
Sim, o livro de hoje fala sobre amizade, frustações, depressão, bullying e também um tema muito importante que é o suicídio. Por favor leiam a resenha não só com atenção, mas também com o coração .

Livro: A Teia dos Sonhos
Autora: Karine Aragão
Editora: Muiraquitã
N° de págs.: 159

SINOPSE:

Júlia e Laura são duas adolescentes, de 16 anos, que, para eternizar a forte amizade que as une, decidem tatuar uma Teia dos Sonhos em seus braços. A euforia pela tatuagem única, desenhada por Júlia, esvai-se no dia seguinte, quando ela recebe a notícia de que Laura suicidara-se na noite anterior, atirando-se da janela do 13º andar. Júlia vê seus dias tomados pelo caos, em um misto de saudade e de raiva, sem saber os motivos que levaram Laura a tirar a própria vida. Júlia, então, embarca em uma busca que a leva a perceber os fantasmas que invadiram a cabeça de Laura e a refletir sobre sua própria vida. No meio de todo esse turbilhão, a presença de Bernardo representa a dúvida se o amor pode mesmo ser mais forte do que uma grande mentira.

RESENHA:

A história como a sinopse já fala é sobre duas adolescentes que são muito amigas e decidem fazer uma tatuagem para simbolizar essa amizade que já durava 5 anos.
Laura era impulsiva ( como eu rs,) e animada, pelo menos é o que parecia, e Júlia já era mais quetinha, na dela, e essas diferenças entre ambas faziam elas se completarem.
Tanto é que gostavam do mesmo garoto, o Bernado , o lindão da escola. mas as duas eram tão unidas que isso não foi empecilho para abrirem mão do Bernado, sendo assim um amor platônico para as duas.

Júlia e laura decidem ir ao estúdio de tatuagem para escolher a tatto, e chegando lá decidem fazer a teia dos sonhos, só que Laura quer que a tatuagem seja única, exclusiva e pede para Júlia fazer o desenho, já que a garota é boa nisso.
No dia seguinte as duas fazem a tatuagem e voltam para casa felizes da vida.
Só que no dia seguinte, ao acordar, Júlia se depara com a notícia de que sua melhor amiga havia se suicidado.

" A minha vida sou eu que faço. Quem sabe um dia, alguém invente a tal máquina do tempo e eu possa voltar pra algum instante da vida de laura e dizer a ela que se sentir triste é normal."


Mas como assim Laura morreu ?? Ontem Mesmo éramos duas bobas rindo da nossa loucura?
Júlia parecia estar em um pesadelo e queria logo acordar.
Com um tempo a ficha caiu, mas ficaram muitas perguntas na cabeça de Júlia, tipo: Por que laura fez isso?
Por que não me contou que estava com algum problema?
Júlia não aceitava aquela situação, se sentiu traída por não saber o motivo de Laura ter feito isso, já que eram melhores amigas e não costumavam guardar segredos uma da outra.

" É porque a vida é assim mesmo. Qualquer decisão sempre vai ter a parte boa e a parte ruim, mas você precisa assumir os riscos para ser feliz".

Após a morte da amiga, a tia Adriana mãe de laura pede ajuda para ela descobrir alguma coisa, uma pista talvez que acabasse com toda sua angústia gerada pela dúvida, pois a mesma achava que poderia não ter sido uma boa mãe, se questionando onde poderia ter errado.

Com todo esse fardo que se tornava mais pesado a cada dia que se passava, Bernado resolve ajudar Júlia nessa investigação , tornando o fardo um pouco mais leve, e assim os dois se aproximam e descobrem várias mentiras que os deixam mais confusos ainda sobre a morte de Laura, é à partir daí que toda a trama se desenrola.



Júlia, apesar de ser uma adolescente , se mostra uma garota muito forte, pois já tinha vários problemas em casa com o novo comportamento da mãe devido a separação com o seu pai e agora tinha toda essa confusão mental depois da morte de Laura, onde ela não sabia mais distinguir o que era verdade ou mentira e isso foi um ponto muito positivo na personagem da história.

" ( . . . ) Aprendia que as lágrimas fazem parte da vida."

" No último momento gritei . Um grito de dor, de angústia, de saudade. Recuei. Diferente de laura, por mais louca que minha vida estivesse, eu ainda achava que valia a pena viver."

Sinceramente, eu gostei bastante do livro, da forma como a autora abordou um tema tão importante e delicado ao mesmo tempo , deixando a leitura leve e não pesada.
De início temos o prólogo, que leva o leitor a refletir sobre as injustiças da vida e abordando também um outro tema que ao meu ponto de vista é uma das raízes que leva a depressão : o bullying , que nesse caso foi na escola, mas que está presente até dentro da própria casa pelos nossos familiares.

A narrativa é feita pela própria Júlia com uma linguagem bem jovial e atualizada para os dias de hoje , o que também foi um ponto positivo no enredo do livro. A sensação que temos é que realmente estamos conversando com Júlia.

A diagramação do livro está perfeita, vem com algumas ilustrações como essas e as folhas são branca.
A capa tá linda e tem tudo a ver com o tema do livro. A editora Muiraquitã caprichou .
Os personagens foram muito bem construídos e sentimos uma falta enorme de Laura no decorrer do livro, já que a mesma aparece pouco mas mesmo assim te conquista com a sua aparentemente alegria.


Super recomendo o livro tanto para os jovens, porque passa uma mensagem de superação, como também para os professores, que muita das vezes se deparam com alunos com os mesmos problemas de Laura em sala de aula e não sabe como lidar e principalmente para os pais, que num mundo tão corrido como o de hoje onde precisam trabalhar diariamente para dar o melhor para eles , ás vezes acabam esquecendo de dialogar com seus filhos e até mesmo sobrecarregando-os com tarefas não adequadas para suas idades, tornando-os assim, um adulto precoce, frustado com a vida, cheios responsabilidades e problemas (sendo que alguns desse problemas não eram para ser exatamente deles).

" O mais importante é saber que a tristeza é como as nuvens, sempre está de passagem."

O melhor remédio é o amor, o carinho, a compreensão, a aceitação, sim aceitar seu filho, seu amigo do jeito que ele é, e principalmente o diálogo.
Pensem nisso!


Ah, e karine por favorrr, queremos muito a continuação dessa história, precisamooos, please!!!
Essa história não pode parar, principalmente por a história coincidentemente em alguns parágrafos se parecer com o que estava rolando recentemente nas redes "o caso baleia azul" , por isso a importância de monitorar um pouco, o que seus filhos andam acessando nas redes, mas claro respeitando a sua privacidade.

Se você gostou da história, o livro te despertou o interesse, você pode adquiri-lo nos seguintes locais:

Digital aqui na LIVRARIA CULTURA e também na AMAZON .

 No formato físico você encontra no site da  EDITORA MUIRAQUITà ou com a própria autora no INSTAGRAM da mesma.

E para finalizar deixo vocês com o booktrailler do livro que por sinal, tá lindo, lindo, bem de acordo com a proposta da história mesmo.


" É preciso coragem, para viver um dia de cada vez! "


Realmente é uma leitura reflexiva e emocionante!

Bjus carinhoso e cheio de luz para vocês , fiquem na paz e até a próxima resenha.

32 comentários:

  1. Olá adorei os temas abordados nesse livro. São temas extremamente importantes, onde cabe a cada um sejam pais ou professores debaterem com carinho e concordo plenamente com você quando fala que o remédio é o diálogo. Parabéns pela resenha que está maravilhosa. Bjus gostei das fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Júlia, que bom que gostou das fotos e concorda comigo, bjusss.

      Excluir
  2. Oiie.
    Eu ja tinha visto esse livro algumas vezes no instagram juntamente com algumas resenhas no blog. Desde sempre ele me chamou atenção pela narrativa forte que ele possui. Fico pensando em realizar em breve essa leitura e me emocionar também.
    Ps: amei suas fotos!

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza irá se emocionar mesmo Jéssica, um beijão.

      Excluir
  3. Olá! Tudo bem??
    Tenho que dizer que já li o livro e chorei muito pela Laura, acho que o suicídio hoje é algo que acoberta a maioria dos jovens que veem a morte como um único caminho para escapar do sofrimento do mundo! Fiquei triste porém sei deve ser tão difícil para os familiares isso pois irão se culpar para o resto da vida!
    Amei sua resenha e as fotos! Sempre arrasando!
    Beijocas 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Luana, sentimos falta de laura no decorrer da história não é mesmo, obrigada por ter gostado das fotos, bjão.

      Excluir
  4. Olá, tudo bom? (:
    Esse é um assunto difícil e delicado, o suicídio. EU já li esse livro e fiquei o tempo todo curiosa querendo saber mais e mais. Me emocionei bastante e gostaria que tivessem mais páginas haha Parabéns pela resenha, ficou ótima! Adorei as fotos também!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo Yasmim, e que bom que vai ter continuação , não é mesmo?
      Bjus.

      Excluir
  5. Olá!
    Sua resenha ficou ótima e me deu vontade de ler esse livro. Já vou adicionar ele na minha lista de desejados, parece ser o tipo de livro que nos deixa ansiosos por respostas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade flor, e como deixa viu?
      bjus e adciona sim.

      Excluir
  6. Oiii!!!
    Amei sua resenha!!! De verdade! Tinha lido, em algum ig, que o tema do.livro era suicídio, então, fiquei com vontade zero de ler. Mas, ao ler sua resenha e saber que a leitura não é pesada, decidi que vou ler sim, pois é um livro necessário e nós que temos filhos devemos viver em alerta sobre assuntos tão sério como depressão, bullying e suicídio. Temos que ser treinados para saber reconhecer quando algo de errado está acontecendo. Adorei. Obrigada pela dica. Com certeza, vai para a minha lista. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucianaaa, que bom que gostou flor, realmente o livro não é pesado e concordo com tudo que você falou em relação a filhos, leia sim, você vai amar.
      Bju grande e quando ler me fale viu.

      Excluir
  7. Preciso conhecer a Laura e a Júlia! Sua resenha super me prendeu! Me identifiquei com o enredo (nunca passei por isso, porém gosto de ler coisas assim). Fiquei doida para saber o porquê da morte da Laura. 😣
    Amei!!!
    Beijos,
    Dá @entrepaginaslinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, leia sim Fabi, você irá gostar, depois quero saber sua opinião, bjocas.

      Excluir
  8. Olá!

    Adorei o post e a resenha, acho esse livro bastante relevante na literatura brasileira porque a autora fez um trabalho incrível e construiu um enredo impecável em muitos quesitos. :D

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem??
    Ahhhh, eu fico as vezes me perguntando como você consegue fazer fotos tão bonitas!! Amei a resenha!! Já li o livro e pretendo ainda esse ano ler novamente!!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Luana tu é uma fofa, eu tento kkkk, bjus flor.
      Obrigada viu.

      Excluir
  10. Aiiinnnnn... histórias assim machucam meu core. kkkkk, costumo me colocar no lugar do personagem (acho que isso não é uma coisa normal mas...) e eu acabo deprimida! Acredito que a vida deve ser vivida, mesmo que as vezes a melhor maneira seja desaparecer. Quando ouço que alguém tirou a própria vida, me pergunto qual era o limite de sofrimento em que ela estava para não aguentar mais, e querer acabar com tudo, porque pode parecer covardia, mas, só nós sabemos o tanto de dor, julgamento e criticas que podemos suportar. Provavelmente não é um livro que leria (fiz um compromisso de só ler coisas fofas em 2017) mas que deixaria em staff para o próximo ano. Parabéns pela resenha e pelas fotos! São lindas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada minha flor, mas no próximo ano leia sim.
      Bjocas no coração.

      Excluir
  11. Oieeeee Joyyyyyyyyce
    Que resenha emocionante e surpreendente.
    Uma leitura reflexiva para todas as idades.
    Um livro que deveria ser leitura obrigatória, um tema sério tratado com delicadeza e sensibilidade.
    Quero muito ler!
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Luly, concordo contigo, todos deveriam ler esse livro, bjocas amiga, estava com saudades de ti.

      Excluir
  12. Oi, tudo bem ?

    Já li o livro e achei muito bom, gostei de como a autora passou a mensagem de que viver sempre é a melhor opção, as fotos em preto e branco dento do livro estão lindas e a playlist também .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu adorei a playlist .
      E sim, viver sempre é a melhor opção.
      Fico feliz que tenha gostado do livro também, bjus.

      Excluir
  13. Ola, adorei sua resenha. Eu já tinha lido sobre esse livro e parece ser muito interessante. Gosto de histórias assim. Muito legal o book trailer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, o book trailer ficou legal mesmo, bjus.

      Excluir
  14. De tudo a única parte que não curtir e não ter a continuação. A história parece ser linda e eu também me sentiria traída se acontecesse comigo. Motivo suficiente pra eu também querer entender o que houve, o motivo que teria levado aquilo tudo. Não deixe de avisar quando sair a continuação!!

    ResponderExcluir
  15. Olá, ao ler sua resenha eu achei uma semelhança com Eu estive aqui. Gostei bastante da sua resenha, o livro me chamou atenção, gosto bastante desse tema. Beijos
    http://amorliterarioblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece só um pouco devido ao suicídio e as investigações. Eu também já li Eu Estive Aqui e amo esse livro.
      Que bom que gostou, bjus.

      Excluir
  16. Nossaaaa Parece ser um livro maravilhoso e fiquei super curiosa para descobrir os motivos. Vou indicá-lo no clube do livro de setembro, que será sobre o suicídio.
    Sua resenha está ótima.

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.
Obrigada, volte sempre!