quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O QUE HÁ DE ESTRANHO EM MIM ( RESENHA)

Boa tarde !!! Hoje trago uma resenha desse livro que me conquistou pela capa e pelo título, esse é só mais um na minha lista infinita da Arqueiro, confesso que na minha estante tem mais livros da Arqueiro e Sextante, mas acabo passando outros na frente dos parceiros nacionais e os estrangeiros vão ficando na fila.


Título: O que há de Estranho em Mim.
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Nº de págs.: 224

Onde comprar : Saraiva

SINOPSE:

" Na primeira ficção de sua carreira - que lembra o premiado um estranho no ninho -, Gayle Forman narra a corajosa saga de cinco garotas presas em um 'centro de tratamento residencial ' ". - publishers Weekly

Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade.

Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seus oásis em meio ao deserto de opressão.

Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.

RESENHA:

Tive o meu primeiro contato com a Gayle Forman com o livro EU ESTIVE AQUI e pronto apaixonei pela autora. esse é o segundo livro que tenho dela e pretendo comprar os outros.
Mas vamos o que interessa que é  a resenha.

Vou fazer uma breve resenha,  porque esse livro já tem muita coisa na sinopse, se não vai ser muito  spoiler, se bem que há quem goste de um spoiler.


O que há de estranho em mim, conta a história de Brit,  que é internada pelo pai em uma escola chamada Red Rock, onde na verdade é uma clínica psiquiátrica. O pai acha que o comportamento da filha tenha alguma coisa a ver com a doença da mãe, ou seja,  problemas psíquicos.
Lá ela encontra um grupo de meninas ,onde mais tarde, se unem com o mesmo objetivo, fechar aquele lugar.
– Para onde eles estão me levando?
– É para o seu próprio bem – disse meu pai.
O lugar era bem sinistro e aconteciam coisas estranhas em cada nível alcançado. As terapias eram bizarras , diferente de qualquer outra que só faziam as garotas se sentirem piores a cada sessão.
Como em todo o livro, há um romancezinho também nesse enredo, romance esse que é o que faz com que Brit , a garota rebelde de cabelos cor-de- rosas  com mechas pretas, tenha forças para poder sair desse lugar.

Bom , esse livro me prendeu pela capa e pelo título, lógico, mas não é um livro sobre distúrbios fortes e tenso que eu achei que fosse, mas sempre gosto de sair da rotina, e livros com histórias assim  eu não tinha nenhum.

"Fui jogada numa saleta abafada e a porta foi trancada. Soluçando, esperei que papai caísse na real, visse a grande besteira que estava fazendo e viesse me buscar."

É mais um livro sobre amizade,companheirismo, irmandade, sim, elas se consideravam irmãs, mas também é importante frisar que através dessa escrita,  Gayle Forman também tenta passar que realmente existem clínicas como a Red Rock sim, algumas instituições não tem pessoas capacitadas para esse tipo de coisa, acontece também constantemente em lares para idosos, é o que vi esses dias numa clínica de idosos em Goiás, onde as pessoas que trabalhavam lá espancavam sem dó os idosos, até chorei com as cenas fortes, pois foram gravadas.

Um outro caso também em Goiás em outra clínica onde pacientes em recuperação por motivos de drogas e idosos ( pois era tudo misturado ) eram submetidos a maus tratos terríveis , onde um deles foi jogado em um buraco e teve seu braço quebrado.


O que acontece é que,  muitos acabam passando por as experiências mais tristes de suas vidas, e saindo pior do que entraram, então os pais  e os familiares, antes devem se certificarem de que realmente a instituição é confiável.

Às vezes nem é preciso internar, apenas uma boa conversa, uma boa dose de amor e compreensão resolverá o caso.

Super recomendo esse livro, pois através dele pude abrir meus olhos para uma realidade que até tão pouco tempo eu não conhecia, não é mera ficção, é realidade.

E vocês, já leram algum livro da Gayle  Forman? Qual o seu livro preferido dela?

Bjus e até a próxima resenha.



14 comentários:

  1. Amei a resenha. Eu também li eu estive aqui e quando terminei fiquei desejando ele. Só a capa já conquista
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Tay, essa capa e o título conquista qualquer um, bjus.

      Excluir
  2. Oie, Joyce!
    Gostei da sua resenha, esta é a primeira que leio sobre o livro e fiquei querendo ler.
    Li "Se eu ficar" da autora e esse esta na minha lista -enorme... kkk
    Beijuu,
    Keth - Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou , compra e depois me fala o que achou, bjocas.

      Excluir
  3. Confesso que também fiquei com as expectativas altas demais, mas ainda sim um assunto sério e não muito discutido é abordado né? Temos que ressaltar isso :)


    beeijão ^^
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, esse é um assunto muito delicado, bjocas Carol.

      Excluir
  4. Adorei a resenha e é lógico que irei comprar esse livro, amei as fotos bjus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre sim, irá gostar da história, obrigada por comentar em vários posts, bjus.

      Excluir
  5. Esse é um assunto muito sério que merece ser avaliado, que bom que a autora frisou isso no livro, Adorei a resenha , bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é bem sério mesmo, fiquei chocada quando vi a reportagem, bjus.

      Excluir
  6. Eu tenho esse livro e achei super interessante a autora abordar esse tema. Adorei a resenha e as fotos bjus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Fê, o tema é super importante mesmo, bjus.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário.
Obrigada, volte sempre!