sexta-feira, 12 de agosto de 2016

A VIDA PECULIAR DE UM CARTEIRO SOLITÁRIO (RESENHA )

Olá docinhos, quem gosta de escrever cartas aí?
Eu adoro, participava de uns projetos de cartas, mas essa semana tive que sair por falta de tempo mesmo.
O livro de hoje fala de cartas, sim, cartas, quando vi esse livro me encantei pela capa linda que ele tem e pensei: mesmo que o livro não seja bom, vai ficar na minha estante só por causa da capa rs,rs, a louca.


SINOPSE:
CARTAS, POESIA E UM AMOR INESQUECÍVEL.
Bilodo vive a tranquila vida de um carteiro sem muitos amigos nem grandes emoções. Completa diariamente seu percurso de entrega e retorna sempre à solidão de seu pequeno apartamento em Montreal. Mas ele encontrou uma excêntrica maneira de fugir dessa rotina: aprendeu a abrir as correspondências alheias sem deixar rastros e passou a ler as cartas pessoais com as quais se depara. E foi assim que ele descobriu o primeiro grande amor de sua vida: a jovem professora Ségolène, que mantém uma misteriosa correspondência com o poeta Gaston, composta somente por haicais. Instigado pela elegância e simplicidade de seus versos, Bilodo se vê cada vez mais fascinado por essa forma de poesia. Mas quando é confrontado com a perspectiva de se ver privado das cartas de Ségolène, ele precisa tomar uma decisão que pode levá-lo mais longe do que podia imaginar. Talvez seja hora de compor seus próprios poemas de amor.

Esse é o segundo romance de Denis Thériault. nesse romance o autor cria um clima de mistério a partir da história de um jovem carteiro chamado Bilodo, um solitário que tenta driblar a sua profunda solidão com o seu vicio secreto: abrir as cartas alheias com aquele antigo método a vapor.

Ele praticava esse ato sempre à noite quando chegava do trabalho em seu apartamento, preenchendo suas noites vazias e sem motivação, fazia isso sem que ninguém percebesse ou desse falta e entregava sempre no dia seguinte.

Com isso Bilodo colecionava vários tipos de histórias, como se fossem suas próprias histórias, descobrindo intimidades e cartas de todos os tipos: eram cartas de fofocas, cartas de amor, cartas até de rituais e tudo o que se podia imaginar.

Foi em meio à essas cartas que ele conheceu Ségolène, uma linda professora que tocava Haicais com o poeta Gaston.

Uma paixão avassaladora tomou conta de Bilodo, onde ele já não conseguia viver sem os Haicais de Ségolène, e isso fez com que sua vida tomasse um rumo diferente.

Tudo seguia bem até que um grave acidente traria  o fim para o vício de Bilodo. E agora? Como seguir a vida sem os poemas de Ségolène? Tudo terminaria assim dessa forma, simplesmente com ese acidente?


Bilodo teve que fazer a sua escolha ! E que escolha!!
Esse livro é cheio de poesias e sentimentos maiores que a própria razão.
O projeto gráfico do livro é lindo demais com essa capa em formato de carta, os versos tem ilustrações de selos, flores e carimbo, típico de carta mesmo, a diagramação ficou perfeita.

Os haicais são poemas japoneses que eu nem sabia que existia, achei bem interessante, mas eu esperei mais desse livro, acho que pelo fato de se parecer com filme frânces , a leitura não fluiu muito bem, ou por eu não está um pouco no clima do livro, sei lá, tem muitas críticas positivas em relação a ele, mas para mim, deixou a desejar. A trama foi muito bem feita com um final inesperado.

Bem , por hoje é só leitores, tem coisa mais fofa do que esse meu  Mascotinho Ursinho Carteiro?! Ele é muito fofo não é?! 
                                                        Beijocas da Joyce





















19 comentários:

  1. Que legal, eu gosto de escrever e até escrevo bastante cartas, até para meus leitores do blog. Adorei o tema do livro, muito interessante e deve ser muito amor :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que também gostas de escrever cartas, bjocas Monique.

      Excluir
  2. Realmente a capa é linda e ficamos super interessadas parece uma excelente história ♥
    Beijos
    Vou Arrasar

    ResponderExcluir
  3. Oi Joyce!
    Que resenha linda, gostei muito! Acho que não conhecia o livro e pra ser sincera não sinto vontade de ler ele, mesmo com essa capa super fofa... Seu Mascote é muito fofo haha Quero um pra mim haha
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo tem que ser sincera, lindo né ,meu mascotinho Melissa? bjus.

      Excluir
  4. Oi Joyce!

    Meu Deus que capa lindaaaaa!!! Tb iria amar tê-lo na minha estante, confesso! Sem contar que o livro parece ter uma linda história de amor! Amei a foto com o pelúcia, ficou super fofaaa!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que também gostou da capa e pensou o mesmo que eu kkkk, bjus Mi.

      Excluir
  5. Amo cartas e daí amo poesias, HAHAHAH, esse parece ser um livro muito bom e romântico ao extremo.Gosto disso.
    Bela resenha :)


    beeijão ^^
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cartas e poesias são tudo de bom, as duas juntas formam conjunto e tanto, bjus Carol.

      Excluir
  6. amooo cartas, acho que vou virar carteira de verdades kkkk <3 bjj
    http://www.dosedeestrela.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Cartas é tudo de bom né, para quem sabe lidar com elas e tem bons olhos, bjus Samanta.

    ResponderExcluir
  8. Também o teria só pela capa kkk e gostei da história, vou adicionar a lista para ser comprado. Parabéns pela resenha, bjo. Seguindo o blog, obg pela visita ao meu <3

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia, aparenta ser maravilhoso.
    Ótima resenha.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Pela sinopse o livro parece ser bem fofo, e amo cartas, receber principalmente rs
    beeijos
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Amei a resenha, sou apaixonada por haicais e agora quero muito esse livro.
    beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha, não conheço esse livro, mas anotarei a diga

    ResponderExcluir
  13. Oi, como vai? Esse livro tem cara que não é surpreendente, mas confesso que também compearia só pela capa. Que capa linda minha gente! Simplesmente amei, muito criativa. Conhecia os haicai mas confesso que detesto poesia, então eu não sei se iria curtir muito a leitura.
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.
Obrigada, volte sempre!