domingo, 8 de maio de 2016

RECEITA DO LIVRO A COZINHA ENCANTADA DOS CONTOS DE FADAS

BOA TARDE, LEITORES, HOJE TRAGO RECEITINHA PARA VOCÊS, DAQUELE LIVRO QUE JÁ FALEI AQUI. E A RECEITA DE HOJE É :  CREME DE ERVILHAS DA HISTÓRIA A PRINCESA E A ERVILHA, ALGUÉM CONHECE A HISTÓRIA?!
ENTÃO VAMOS LÁ ,COMEÇANDO PELA HISTÓRIA .

OBS.: A PRINCESA ERA CAMPONESA ANTES DE SER PRINCESA, COMO QUASE TODOS CONTOS DE FADAS NÉ, ENTÃO TÁ AÍ A CAMPONESA.




A HISTÓRIA

Era uma vez um príncipe que queria casar com uma princesa — mas tinha de ser uma princesa verdadeira. Por isso, foi viajar pelo mundo fora para encontrar uma, mas havia sempre qualquer coisa que não estava certa. Viu muitas princesas, mas nunca tinha a certeza de serem genuínas havia sempre qualquer coisa, isto ou aquilo, que não parecia estar como devia ser. Por fim, regressou a casa, muito abatido, porque queria uma princesa verdadeira.
Uma noite houve uma terrível tempestade; os trovões ribombavam, os raios rasgavam o céu e a chuva caía em torrentes — era apavorante. No meio disso tudo, alguém bateu à porta e o velho rei foi abrir.
Deparou com uma princesa. Mas, meu Deus!, o estado em que ela estava! A água escorria-lhe pelos cabelos e pela roupa e saía pelas biqueiras e pela parte de trás dos sapatos. No entanto, ela afirmou que era uma princesa de verdade.
— Bem, já vamos ver isso — pensou a velha rainha. Não disse uma palavra, mas foi ao quarto de hóspedes, desmanchou a cama toda e pôs uma pequena ervilha no colchão. Depois empilhou mais vinte colchões e vinte cobertores por cima. A princesa iria dormir nessa cama.
De manhã, perguntaram-lhe se tinha dormido bem.
— Oh, pessimamente! Não preguei olho em toda a noite! Só Deus sabe o que havia na cama, mas senti uma coisa dura que me encheu de nódoas negras. Foi horrível.
Então ficaram com a certeza de terem encontrado uma princesa verdadeira, pois ela tinha sentido a ervilha através de vinte edredões e vinte colchões. Só uma princesa verdadeira podia ser tão sensível.
Então o príncipe casou com ela; não precisava de procurar mais. A ervilha foi para o museu; podem ir lá vê-la, se é que ninguém a tirou.

AGORA SIM VAMOS A RECEITA:

1 pacote de 500 g de ervilhas frescas
1 cenoura
1 batata
1 cebola picada
1 dente de alho picado
2 colheres de sopa de azeite
sal á gosto
1 pacote de croûntons ( ou minitorradinhas em cubos)

Cozinhe a ervilha numa panela( são três medidas de água para uma de ervilha.)
se for panela normal ,o cozimento vai demorar bastante, mas é bom deixar até que a ervilha se dissolva na água.
Numa panela, coloque o azeite, a cebola e o alho e refogue.
descasque e corte em pedaços a batata e a cenoura. Junte-as à panela com azeite, a cebola e o alho.
Acrescente água filtrada ( só até cobrir os legumes) e tempere com sal.
adicione o caldo de ervilhas à panela de temperos e bata rapidamente a mistura no liquidificador.
Sirva cada prato, decorando-os com croûtons.; ou torradas.

PARA QUEM GOSTA DE ERVILHAS, BOM APETITE!
 E ATÉ A PRÓXIMA RECEITINHA.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.
Obrigada, volte sempre!