quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Criar, Empreender e Amar ( Resenha )

Olá leitores e amigos queridos, hoje venho falar um pouco sobre esse livro da autora Iris Sampaio.



Livro : Criar, Empreender e Amar
Autora: Iris Sampaio
Ano : 2014
Nº de Págs.: 94

RESENHA:

A autora enviou vários livros, inclusive fiz algumas brincadeiras tanto aqui como no instagram a fim de distribuir os livros enviados . Não fiz os sorteios que estamos acostumados, onde as pessoas seguem só para participar e depois deixam de seguir quando acaba o sorteio ou até mesmo depois de ganhar o livro, ao invés disso optei por brincadeiras, poucos participaram, mas foram seguidores que já acompanham minhas redes há um tempão.

Bem, o livro é um prato cheio para aqueles que querem se tornar empreendedores, pois a autora de uma forma leve e criativa aborda o "empreendedorismo " com uma curta história e  diversas dicas, e dicas essas que são bem valiosas.

São ótimas dicas de planejamento, organização, comercialização, estratégias, enfim, gestão de pessoas e negócios, que vão auxiliar os pequenos empresários e artesãos e até mesmo você que pensa em abrir seu pequeno negócio.


Essa leitura levará o leitor e o pequeno empreendedor ( assim como eu ) a aprimorar seus conhecimentos , usando as técnicas descritas no livro de uma forma fácil de se compreender.

Uma mistura de ficção com realidade que deu super certo e resultou numa obra super bacana, inclusive tem até citações de algumas fábulas COMO POR EXEMPLO A FÁBULA DA BORBOLETA:




Seja um empreendedor criativo, ame o que você faz, faça com tudo amor e rume para o sucesso!

Super indico, bjus e até  um próximo post com mais um livro da autora.
Bom final de semana gente!


terça-feira, 6 de agosto de 2019

O Vovô da Lala ( Resenha )

Olá kids!
Resenha de livrinho infantil hoje por aqui.
E o tema de hoje é bem delicado.

Livro: O Vovô da Lala
Autora: Agláia Tavares
Editora: In Verso
Ilustradora: Mariane Rms
Nº de págs.: 24


SINOPSE:

Essa é uma história para se emocionar. Entre um avô – Alberto – e sua neta Lalá. É sobre depressão que traz tristeza. Mas também sobre amor e delicadeza. É sobre laços entre o avô e sua neta. É sobre quem se vai numa morte que desconcerta.

Vovô cuidou de Lalá bem pequenininha e agora ela o tem sempre por perto, no coração ou dentro de uma caixinha.


RESENHA:

O livro conta a linda historia de Lalá e seu avô Alberto .
os dois eram muito apegados, pois vovô cuidava sempre de sua netinha Lalá e também de sua amada esposa.

Até que um dia sua querida e amada esposa partiu para o céu deixando o vovô muito triste.
Não queria fazer mais nada, nem ao menos cuidar de sua netinha que ele tanto amava.


E de tanta tristeza o vovô também partiu.
E Lalá teve que aprender a superar a falta que seu avô fazia.

E foi remexendo na caixinha de recordações que o avô deixou para ela , que a mesma encontrou um bilhetinho que ele escreveu para ela e Lalá só poderia ler quando estivesse mais grande e pudesse compreender.

Quer saber o que o vovô escreveu para sua linda netinha?
Deixei vocês curiosos né?
Leiam esse livro, vale super à pena.

O livro aborda temas importantes como depressão e  morte e tem como objetivo auxiliar a criança a  lidar com a perda e a saudade de um ente querido.

A criança através desse livro entenderá que um dia nossos entes queridos partem, mas existirá sempre as lembranças boas para amenizar a saudade.
Um assunto difícil de se falar com crianças e que livros como esse podem nos auxiliar de uma maneira mais delicada.

A diagramação como sempre mostro aqui está bem fofinha feita por Mariane Rms.


Onde comprar: Editora In Verso , SubmarinoMagazine Luiza, em algumas livrarias físicas também é encontrado, por isso não deixe de dar uma passadinha na da sua cidade.

É IMPORTANTE RESSALTAR QUE COMO EDUCADORES IREMOS NOS DEPARAR ALGUMAS VEZES COM CRIANÇAS ENLUTADAS EM SALA DE AULA, POR ISSO PESQUISEI UM PLANO DE AULA PARA AUXILIAR NESSE PROCESSO:

PLANO DE AULA: CRIANÇA TAMBÉM FICA DE LUTO


Objetivo : Acolher o enlutado.
Ano: Pré-escola.
Tempo estimado: De 15 a 30 minutos quando morrer um parente de uma criança, um membro da equipe escolar ou alguém conhecido de todos.
Desenvolvimento:
Aproxime-se com delicadeza, sem intervir diretamente e sem forçar o enlutado a abraçar, falar ou participar de atividades. Mas não o deixe sozinho. O importante é ele perceber que há uma pessoa adulta atenta ao seu sofrimento.
Mais do que dizer algo para consolá-lo, deixe que ele expresse suas emoções e só ouça.
Se a criança fizer perguntas, seja o mais objetivo possível. Diga o que realmente aconteceu, com as palavras certas, e não use eufemismos como foi viajar, está dormindo ou foi para o céu.
Pergunte se ela quer contar aos colegas o que aconteceu ou prefere que você o faça. Nas duas hipóteses, reúna todos em roda e, depois de comunicado o fato, pergunte se alguém já passou pela mesma situação. A troca de experiência conforta e é um incentivo para deixar aflorar os sentimentos. Sugira que a turma chame esse colega para brincar, mas sem insistir.
Leve filmes como Bambi e O Rei Leão para a sala. Depois, dê lápis de cor ou giz de cera para que todos desenhem algo sobre o que sentiram diante das cenas de morte. Incentive os comentários e opiniões.
Em caso de haver agressão por parte do enlutado, deixe claro a ele que todos entendem e respeitam sua dor, mas que isso não lhe dá o direito de agir com violência e descontar nos colegas.
Quando falecer alguém conhecido (artista ou pessoa importante na comunidade), não perca a oportunidade de conversar sobre o assunto. Explique o que é um cemitério, por que as pessoas são enterradas, por que os vivos visitam os mortos no feriado de Finados, o que é um velório etc.
Se a escola perder um funcionário ou professor, organize um ritual de homenagem com a participação de todos. A cerimônia pode ser simples, como o plantio de uma árvore. Assim, sempre que alguém olhar para ela poderá lembrar com carinho de quem se foi. Em sala, sugira fazer um desenho (coletivo ou individual) ou pensar em algumas palavras que poderiam ser ditas para a pessoa.
Se a perda foi de um familiar da criança sugira que ela, se quiser, leve uma foto para a escola. Isso pode diminuir o desconforto da ausência.
Se ela chorar muito, explique aos colegas dela o motivo. Oriente-os como agir quando se vê alguém aos prantos: ficar perto e oferecer ajuda ou um lenço de  papel . Incentive-os a falar da tristeza e da raiva que surgem pela perda ou do que cada um sentiu quando alguém morreu.
Nunca reprima ou tente conter o choro, pois as emoções fazem parte da vida e precisam ser expressadas.
Fonte: revistaescolaabril.

Bjus e até mais!

Momento Certo ( Resenha )

Bom tarde leitores, tudo bem com vocês?
Espero que sim.
Por aqui muito trabalho, projetos novos, enfim, como sempre tudo corrido.

A resenha de hoje é do livro Momento Certo da autora  Vanessa Gramkow ,  já li o primeiro livro dela e gostei, esse é o seu segundo livro.




Livro: Momento Certo
Autora: Vanessa Gramkow
Editora: Ella
Nº de págs.: 162
Ano: 2018
Gênero: Romance
SINOPSE:

Antes de morrer, a mãe de Natacha deixou uma carta revelando quem era seu pai. Agora, por determinação judicial, ela estava a caminho de outra cidade para viver com uma família até então desconhecida. Natacha prometeu voltar assim que completasse a maioridade, mas sua vida já não seria a mesma depois de conhecer seus parentes e atrair a atenção de Pedro, o pegador da cidade.
Pedro conseguiria mudar seu estilo de vida por essa garota? Natacha, vivendo intensamente, testará a teoria de que sempre escutou falar e acontecer com os outros... O que lhe faltou em tantos anos, ela finalmente terá? Só o amor poderá ajudá-la a enfrentar a realidade e alcançar a felicidade.

RESENHA:

Nossa protagonista da vez é Natacha, uma garota de apenas 17 anos que perdeu sua mãe recentemente e por conta disso foi morar com seu pai e conhecer sua nova família.

Migrando da grande São Paulo para uma cidadezinha de Rio Grande do Sul, ela teve que deixar para trás seus amigos e seu passado para tentar uma nova vida , para tentar ser feliz  verdadeiramente, ter uma família de verdade.
Foi disposta a viver cada segundo intensamente, pois essa foi a recomendação que sua mãe deixara.

Ainda no avião, Natacha conhece Pedro, um garanhão que começa a paquera-la a durante toda a viagem .
Chegada a hora de conhecer sua nova família , seu pai a apresenta as suas mais novas irmãs: Carol, Isabela, Nicolas e a pequena Sofia e Vera sua esposa, toda a família a recebe muito bem.


A partir daí a vida da protagonista muda em todos os sentidos dando uma reviravolta no final.
O que ela almejava era ter uma família com uma rotina verdadeira e ela teve, só que não soube agir da maneira correta quando deveria.

Os dois personagens principais achei  imaturos, isso não torna a leitura ruim, mas acredito que a autora fez propositalmente para dar sentido ao objetivo da história, pois Natacha, agiu da forma errada ou imaturamente, digamos assim, porque não teve uma estrutura familiar adequada, pois vivia apenas com a mãe que às vezes a deixava só.


Concluindo, ela cresceu insegura e vazia, vazio esse que nem mesmo a sua nova família foi capaz de preencher e quando vieram os turbilhões de problemas ela achou que sumi seria a solução.

" Cresci tomando decisões erradas, cheia de inseguranças e crenças equivocadas. Cresci construindo ao meu redor um muro impenetrável, mantendo todos a uma distancia razoável. Cresci sentindo-me insanamente sozinha."

Uma história que tem por finalidade mostrar o quão grande é saber valorizar o amor da família que nos ama , onde o perdão, o amor e amadurecimento são fundamentais para a base de um  alicerce.

Recomendo a todos que gostam de um romance leve com um toque juvenil, um livro curtinho que dá para ler numa sentada.

A diagramação como sempre , tá impecável, um charme só, a editora Ella sempre capricha, por hoje é só meus amores, espero que queiram também conhecer Natacha e sua história de vida.


Onde Comprar: Editora Ella ou Submarino ou em e book na Amazon ou diretamente com a autora AQUI .

Bjocas e até mais.

terça-feira, 23 de julho de 2019

Férias Infernais ( Resenha )

Boa noite leitores queridos, hoje trago um gênero pouco lido por mim, pois apesar de tentar obter gosto pelo gênero, não consigo. As histórias não saem da minha mente e acabo sonhado , coisa que detesto, acho que leio com muita intensidade como tudo o que faço, sou muito intensa.



Livro: Férias Infernais
Autor: Vários Autores
Editora: Galera Record
N de págs.: 272

SINOPSE:

A viagem dos seus sonhos pode se tornar um pesadelo Esta imperdível coletânea reúne contos de jovens que só queriam se divertir e ter a viagem dos sonhos, mas não faziam ideia de como simples férias podem dar tragicamente errado. Cinco das mais bem-sucedidas autoras de YA — entre elas, Cassandra Clare, de Os Instrumentos Mortais, e Sarah Mlynowski, de Me liga — dão vida aos mais assustadores seres sobrenaturais e provam que nada como cenários paradisíacos para se contar uma boa história de terror. Bagagem extraviada não é nem metade do tormento de topar com uma bruxa amargurada, louca por vingança. Queimadura de sol pode ter um efeito feio e doloroso, mas não tão prolongado quanto o de uma maldição. Ficar perdido numa cidade desconhecida? Imagine a mesma situação com um demônio à solta, e aí sim você terá uma boa história para contar. Então, na próxima viagem, não se esqueça de colocar na mala um crucifixo e bastante sal grosso, pois nunca se sabe quando suas férias podem virar um inferno.

RESENHA:

O livro nos traz 5 contos de terror,onde todos se passam nas férias.
Apesar de não ser um terror tão assustador para quem já estar acostumado , para quem tenta ser iniciante, ou melhor tentou ( como eu  rs ), ou para quem já é iniciante, não são histórias que darão muito medo.

Os dois primeiros contos são fraquinhos onde abordam histórias com vampiros e  bruxas.                .
Já os três últimos foram os que eu mais gostei e os contos são mais pesados .

A lei dos Suspeitos, onde duas irmãs vão passar férias em um interior da frança numa pequena casa isolada no meio da floresta e lá são vítimas de uma maldição, o começo e o fim dessa história são bem intrigantes.


 No conto A casa de Espelhos- Violet e sua família vão passar as férias numa casa de praia deserta e lá começa acontecer várias coisas sinistras com o seu meio irmão que ela precisa descobrir o que há por trás.

E por último o que eu mais gostei, pois foi super criativo : Nenhum Lugar é Seguro, da autora Libba Bray.
Poe e seus amigos resolvem fazer um mochilão pela Europa em comemoração ao término de seus estudos.
O que eles não sabem, é que a cidadezinha a qual escolheram, vive debaixo de uma maldição.
Lá eles vão lutar para não fazerem parte dos rituais e tentar sair da cidade horripilante.

A escrita das três últimas autoras Maureen Jhonson, Cassandra Clare e Libba Bray são excelentes, já quero conhecer mais obras delas, se não for de terror, claro né.


Psiu! A foto foi feita e editada na minha casa, até pra editar essa foto morri de medo, me julguem kkk.
Para quem gosta de um terror leve, super indico esse livro.

Onde comprar: Na SaraivaAmazon .

sexta-feira, 19 de julho de 2019

A Bruxinha Keka ( Resenha )

Oi kidsss! Tchudo bem?!

Hoje trouxe para vocês essa fofurinha de livro cedido pela editora In verso.

Livro: A Bruxinha Keka
Autora: Arilene Vera
Editora: In Verso
Ilustradora: Arilene Vera
Nº de págs.: 24

SINOPSE:

Keka é uma bruxinha muito bem-intencionada, mas um pouco atrapalhada. Quando faz suas magias, o resultado nem sempre é o esperado...
Mas quando ela aprender um pouco mais, as magias dela e de suas amiguinhas vão impressionar muita gente, incluindo você!

RESENHA:

Keka é uma bruxinha alegre e feliz que mora num lugar não muito longe.
Tem o desejo de ser uma fada, mas é muito atrapalhada para isso.

Suas poções sempre dão  erradas.
Ela gosta de inventar mágicas com os seus brinquedos, depois das suas tarefas da escola e de sua obrigações, claro.

Numa das mágicas que ela fez e deu errada, o seu bule ficou com o bico para baixo e ai dela se não fosse sua prima, a  Bruxinha Birla,  que sempre desfazia as magias erradas.

Certo dia as fadas convidaram as bruxinhas para uma festa,  onde iria acontecer um concurso para inventarem varinhas mágicas. Todas se empolgaram para o tal concurso com muitas ideias.


Mas na hora de julgar a melhor mágica, os jurados ficaram na dúvida.
E aí, quem você acha que ganhou esse concurso?

Uma historinha super fofinha que mostra para criança numa linguagem apropriada para ela que o erro faz parte da nossas vidas, que é errando que se aprende.

Valores abordados: amizade, sinceridade, fé, companheirismo, boas atitudes, persistência, bondade.
Sentimentos: Alegria, tristeza.

As ilustrações mega, hiper fofas foram feitas pela própria autora que deu um show de criatividade.
Nos educadores sabemos como é importante as ilustrações para que a criança possa se prender na história e esse livro ficou lindo.



O QUE PODE SER TRABALHADO EM SALA DE AULA:

Numerais Ordinais;
Cores ;
E o valores abordados à cima.

Bom kids, espero que vocês tenham gostado, bjus e um bom final de semana.

Onde comprar: Editora In versoAmericanasShoptime.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Em Busca do Príncipe Não Encantado ( Resenha )

Boa tarde amorecos, a resenha de hoje é do livro da Alice Raposo, esse é o segundo livro que leio dela. O primeiro vocês podem conferir a resenha  AQUI .

Livro: Em Busca do Príncipe Não Encantado
Autora: Alice Raposo
Editora: Pandorga
Ano: 2017
Nº de págs.: 158

SINOPSE:

Você é adolescente ou já passou por essa fase? Se sim, convido você a viver as aventuras dos encontros e desencontros de uma garota que sonhava em viver um conto de fadas: euzinha. Em busca do príncipe não em encantado se desenrola na semana do meu baile de quinze anos. Nesse um quarto de mês, muitos acontecimentos virão: a busca pelo amor verdadeiro. O primeiro encontro com o garoto dos meus sonhos. A amizade como alicerce para solucionar os conflitos; o dilema de não saber quem é meu pai. Os conflitos com o namorado de minha mãe. A descoberta de um diário de capa preta. Que segredos há nesse diário? No meio disso tudo, eu tenho meus amigos: Tiaguinho, Ângela e Aninha. O quarteto inseparável. Será que somos mesmo tão inseparáveis? Amor, amizade, descobertas, desencontros, segredos, família, tudo isso acompanhado de muito chocolate para entreter você nesse romance. Vamos entrar nessa aventura?

RESENHA:

Nossa personagem da vez é Maria Flor que tem uma linda relação com sua mãe Clara.
As duas se parecem mais irmãs , o companheirismo, a amizade e o respeito tem significado marcante nessa história. Mas mesmo sendo tão apegadas, Clara esconde um diário seu que guarda um grande segredo do passado.

Maria Flor estar prestes a completar seus quinze anos e como toda adolescente nessa idade, sonha não só com sua festa , mas também como seu príncipe encantado.


Aninha, Ângela e Tiaguinho eram seus melhores amigos, eles sempre estavam juntos.
Flor também é apaixonada pelo irmão de Ângela e disso todos os seus amigos sabem, pois de tanto ouvir histórias de príncipe e princesas quando pequena, acredita que o garoto seja seu seu príncipe encantado.

A mãe de Flor tem um relacionamento com Pablo, o qual Flor não simpatiza muito, pois não quer perder o seu lugar para ele e muito menos para um irmãozinho.

Bom, pra finalizar é chegado o dia em que Flor finalmente ler o diário proibido de capa preta e descobre todos os segredos ali escrito. Confesso que o leitor fica de cara no chão com a revelação.

Ficou curioso para saber o que tinha no diário? Só digo que é sobre um tema bem delicado.
Leia o livro e relembre os seus 15 anos ( caso você não tenha rs ) será um momento nostálgico com certeza.


A capa e a diagramação ficaram uma graça, um livro curtinho que dá para ler numa sentada.
Um livro que fala sobre descobertas, desencontros, segredos, mentiras, família, amor e amizade.
Por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado.

Onde adquirir o livro: SaraivaSubmarinoAmazon.
Em  Ebook : Amazon .

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Formiguerra ( Resenha )

Boa noite kids!
Tchudo bem?
Livro: Formiguerra
Editora: In Verso
Autor: Pedro Oliveira
Ilustrador: Márcio R. Garcia
Nº de págs.: 40
Gênero: Literatura infantojuvenil/ Fantasia
Nota: 5

Preparados para combater uma guerra?
Então pegue seu capacete e vamos simbora guerrear!

SINOPSE:

Tudo parecia tranquilo no reino das formigas de Fogo, até que o terrível plano da rainha Saúva  para destruir o formigueiro rival e tomar o controle de tudo, foi descoberto. O General Don e seu exército fizeram de tudo para impedir que o plano se realizasse — desde um acordo com as vespas, até travar uma grande guerra para repelir a invasão.
Pegue seu capacete e participe desta história!

 RESENHA:

O livrinho de hoje é Formiguerra cedido pela Editora In Verso.

Em um lindo jardim, tudo parecia estar na paz no reino das poderosas formigas de Fogo.
Até que o plano da rainha Saúva foi descoberto e causou um verdadeiro alvoroço no local.

Don, o General, entrou em ação juntamente com o seu exército para impedir que o plano desse certo.
Ele tentou um acordo com as Vespas mas mesmo assim ainda teve que partir para a guerra.

Don queria a todo custo proteger seu formigueiro, mas será que ele conseguiu?
Até o gafanhoto entrou no meio da confusão e tadinho, se deu mal.


Mas calma, calma, no final houve a tão sonhada paz entre os reinos daquele jardim com direito a festa e tudo.

Quer saber como conseguiram entrar em acordo e o que aconteceu com o gafanhoto.
Leiam, vocês irão adorar conhecer esses super  reinos.

Uma história muito fofinha que chama a atenção da criançada para os valores como solidariedade, união, paz, compreensão.

As ilustrações dessa vez foi de Márcio R. Garcia que deu um show de criatividade.
Bom, é isso gente, espero que vocês tenham gostado.


SUGESTÃO PARA TRABALHAR EM SALA DE AULA :  BICHINHOS DO JARDIM PROJETO VIDA DE FORMIGAS

INDRODUÇÃO
Realizado na educação infantil nível II
Durante as atividades propostas observaram-se que os alunos são participativos, dispostos a executaram as tarefas com agilidade, criatividade e interagem uns com os outros na realização dos trabalhos.
O presente Trabalho visa estabelecer uma relação dos alunos com os bichinhos de jardim em específico as formigas, com os conteúdos didáticos, pois através do conhecimento das formigas as crianças puderam expressar seus sentimentos em trabalhos lúdicos, pinturas e nas entoações de músicas, desenvolvendo a comunicação, coordenação motora, memorização, concentração e a sua socialização.
Utilizando a formiga como recurso para aprendizagem, foi elaborado o projeto ‘’VIDA DE FORMIGA’’ com a finalidade de despertar no aluno o interesse pela vida das formigas. Este método alternativo facilita o aprendizado do aluno, onde as músicas, desenhos, jogos e atividades foram estímulos para o desenvolvimento dos conteúdos e consequentemente as descobertas da criança no seu processo de ensino-aprendizagem.
                                                         TEMA
  • Bichinhos de Jardim: “VIDA DE FORMIGA”


                                                  JUSTIFICATIVA
Este tema foi escolhido porque os Bichinhos de Jardim interagem na vida das crianças, na rua, em casa, no dia a dia dos alunos. Sendo assim as crianças podem explorar um universo mais amplo, conhecendo a Vida das Formigas, um inseto que tanto dispersa olharem, seja no formigueiro ou em nossas casas.
                                               PROBLEMATIZAÇÃO
O QUE JÁ SABEMOS SOBRE O TEMA?
  • São insetos pequenos;
  • Não podemos matar elas;
  • Vivem em formigueiros e em nossas casas;
O QUE GOSTARÍAMOS DE SABER?
  • Como nascem as formigas;
  • Qualquer animal pode viver em casa?
  • Como eles se alimentam?
O QUE DESTACAMOS PARA APRENDER INICIALMENTE?
  • Como é um formigueiro?
  • Quanto tempo vive?
                                                        OBJETIVO GERAL
Despertar nos alunos o interesse pelas formigas, levando-os a compreender que as formigas estão presentes em nosso meio ambiente, e o quanto são importantes para o mesmo.

                                                 OBJETIVO ESPECÍFICO
Tornar meu aluno capaz de:
  •  Relatar sua vivencia;
  •  Reconhecer a letra F;
  • Escrever seu nome;
  • Reconhecer figuras;
  • Ouvir Histórias;
  • Reconhecer as cores;
  • Experimentar misturas de cores;
  • Explorar alguns matérias utilizados para pintar e desenhar;
  • Valorizar a amizade;
  • Distinguir noções de largura, comprimento, fino, grosso, curto, comprido;
  •  Reconhecer as formas geométricas;
  •  Modelar formas diversas
  •  Manter a sala organizada;
  • Cooperar na organização da sala;
  • Comportar-se em diversas atitudes;
  • Identificar o dia ensolarado, nublado, chuvoso;
  • Saber trabalhar em grupo.
METODOLOGIA
Para apresentar o tema aos alunos foi feita uma conversa informal, onde eles falaram tudo que conheciam sobre o tema abordado.
Durante a semana, como Retomada da Temática foram usados:
  • Vídeo,
  • Músicas e danças;
  • Histórias;
  • Desenhos e Pinturas;
  • Brincadeiras e jogos;
  • Filme: Vida de Inseto.
 CULMINÂNCIA
Durante a semana para finalizar a aula foi realizada a Rodinha Final, onde foi realizado brincadeiras e “trabalhos” em grupo com os alunos, no último dia foi realizado uma roda de conversa sobre tudo que os alunos puderam conhecer durante a semana.
 CRONOGRAMA
EXECUÇÃO DAS ETAPAS DO PROCESSO                               PERÍODO
           Período das observações:                                   DATA
Período de elaboração e organização do projeto                                   DATA
Período de prática do pré-estágio                                     DATA
Período elaboração e avaliação do portfólio                                     DATA
 
                                                 DESENVOLVIMENTO
No dia DATA, dentre as atividades desenvolvidas para o período planejado, iniciei a aula falando sobre o projeto ‘’VIDA DE FORMIGA (bichinho de jardim)’’. Logo assistimos ao vídeo O mundo secreto das formigas (parte I) que conta uma breve historia sobre o mundo e a vida das formigas. Após os alunos fizeram um desenho sobre o que foi assistido no vídeo. Após os alunos brincaram com os blocos da sala de aula.
No dia DATA apresentei a rotina das formigas para os alunos, eles ficaram impressionados de tanto que as formigas trabalham levando comida para o formigueiro, alguns acharam estranhas as formigas viverem umas para as outras. Conversamos na roda sobre as formigas Marrom que são as formigas que vivem em ‘’nossas casas incomodando’’.  Neste dia foi contada a história ‘’Trabalho de formiga’’ para acrescentar um pouco mais sobre a sua rotina. Após foi dado para os alunos três bolinhas marrom para eles criarem suas próprias formiguinhas com o auxilio de cola colorida e da professora estagiária.
No dia DATA conversamos sobre o acasalamento das formigas, como funcionam a sua reprodução, os alunos acharam estranho as formigas cavarem um buraco após o acasalamento para colocar seus ovos no chão e assim começar um novo formigueiro. Foi proposto para os alunos neste dia a atividade de criar um formigueiro com argila, eles amaram mexer com argila. Foi proposto para os alunos trazerem de casa, quantos anos vive uma formiga.
No dia DATA a aula foi iniciada numa conversa “informal” sobre quantos anos vive uma formiga, descobrimos que as rainhas vivem até 15 anos, as operárias vivem de 5 a 7 anos, mas em geral não passam de aproximadamente 03 anos. Logo pintamos e montamos a nossa maquete com flores e árvores que os próprios alunos desenharam e cortaram em aula com o auxilio da professora estagiária.
No dia DATA a aula começou com a música “A formiga, fui ao mercado comprar café..” os alunos cantaram e dançaram a música conforme a letra. Contei a historia da “Formiguinha e a pomba” para os alunos, e após fizemos um questionamento. Logo após os alunos desenharam a história contada pela professora estagiária. E então assistimos ao filme “VIDA DE INSETO” que fala sobre as formigas.

                                                                  CONCLUSÃO
Durante todo o período de cinco dias na turma de educação infantil tive uma aprendizagem e descobertas de suma importância para minha formação e construção, não só profissional como também pessoal.
Consegui refletir sobre o papel do professor em sala de aula que não é nada fácil, mas ao mesmo tempo é gratificante. Os retornos que os alunos trazem junto com suas experiências de vida são de grande importância para a vida de um professor em sala de aula.
Todos da escola não mediram esforços para me ajudar e auxiliar (direção, secretaria, monitoras, professores em geral e serviços gerais) todos estavam sempre perguntando se eu queria ajuda, ou alguma coisa. Tive total apoio da coordenadora da escola e da minha regente.
Pude crescer bastante e me soltar muito com a educação infantil, pois no inicio estava meio tímida e nervosa, eles foram uns amores comigo e me receberam muito bem, e com isto pude crescer muito mais na minha vida profissional.
                                                  AVALIAÇÃO
Será considerado satisfatório se o aluno realizar as atividades propostas pela professora estagiária, percebendo como as formigas vivem, e o quanto eles estão presentes nos nossos dia a dia.
Créditos de onde retirei o projeto: AQUI .


Ou se preferir na AmericanasMagazine Luiza, ou procure em uma livraria física de sua cidade.

Bjus e até mais!